SEJA BEM VINDO AO NOSSO BLOG.

OBRIGADO PELA VISITA. VOCÊ É MUITO IMPORTANTE PARA NÓS.

Além de visitar, PARTICIPE, opine, dê idéias, escreva textos e faça conosco esse blog. Estamos sempre esperando por você. VOCÊ é essencial para nós.

FAÇA O BLOG CONOSCO, ALÉM DE ACESSÁ-LO, VOCÊ TAMBÉM pode NOS ENVIAR INFORMAÇÕES, NOTÍCIAS, DENÚNCIAS...

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Pesquisas?

Pela pesquisa, o governador José Maranhão continua na frente, o que não é nenhuma novidade. Na próxima, pelo andar da carruagem, deve virar os 50% das intenções de voto. Exagero meu?

Surpreende-me que as pesquisas não tenham indicado um maior crescimento para Maranhão. Do jeito como ele vem usando, há tempos, a máquina do Estado, era para estar com 70% das intenções de voto. Se cresceu, cresceu muito pouco, de maneira desproporcional à gastança que se observa por aí. Os votos que têm, em sua maioria, são os chamados “votos constrangidos”.

Ele entupiu a folha de pessoal com novos empregos indicados por aliados, entupiu a conta bancária de veículos de comunicação para lhe garantir notícias favoráveis em número bem acima do normal, comprou horários nobres nas Tvs para propagandas muitas vezes enganosas ou, no mínimo, suspeitas... queriam o quê, que ele estivesse atrás de Ricardo Coutinho?

O que ricardistas e cassistas têm que fazer é tão somente lidar com essa realidade cruel de uso da máquina, mas sem conformismos. Se a Justiça não reconhece o uso indevido da máquina, que a oposição movimente um exército de advogados para provar que sim, Maranhão exagera na dose e só não enxerga quem não quer.

Lidar com a realidade é uma coisa, conformar-se com ela é outra. A oposição, se não pode chegar nem perto dos gastos do governador nesta campanha, deve exagerar no corpo a corpo, nas denúncias, cobrar os empregos dos concursados, vigiar o uso de veículos oficiais, os abusos em propagandas, as retaliações contra servidores públicos simpáticos à oposição, enaltecer os acertos de Ricardo Coutinho quando governou João Pessoa. Mostrar vigor, enfim.

A oposição sequer investe pesado em algo tão simples, como a adesivagem. Ok, por medo de retaliações, muitos evitem adesivar seus carros com candidatos da oposição, mas isso não é desculpa para conformismos.

Acho que a pesquisa pode ter exagerado na dose, a diferença certamente não chega a tanto, mas é certo que Maranhão continua na frente.

Pelo menos até o primeiro debate entre os candidatos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário