SEJA BEM VINDO AO NOSSO BLOG.

OBRIGADO PELA VISITA. VOCÊ É MUITO IMPORTANTE PARA NÓS.

Além de visitar, PARTICIPE, opine, dê idéias, escreva textos e faça conosco esse blog. Estamos sempre esperando por você. VOCÊ é essencial para nós.

FAÇA O BLOG CONOSCO, ALÉM DE ACESSÁ-LO, VOCÊ TAMBÉM pode NOS ENVIAR INFORMAÇÕES, NOTÍCIAS, DENÚNCIAS...

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

A Informação é uma arma contra a ignorância!

Em ano pré-eleitoral os podres poderes vêm à tona, e as famigeradas raposas já brigam entre si para ver quem abocanha a melhor teta. Os donatários da capitania da Paraíba, de forma inteligente, sem arrombar portas, mas aos poucos através da cooptação das pessoas pela via dos favores, e em detrimento de outros, empenham-se em ganhar as próximas eleições a qualquer custo, nos bastidores costuram estratégias, concilian-se em torno de um objetivo que só na aparência corresponde à desgastada tese da "governabilidade". Onde na verdade o que está em pauta, acima de tudo, é o interesse de perpetuação de poder.
Com isso o presente da história política do nosso estado oscila da conciliação interesseira à paralisia política.
Esse clã de privilegiados baseados na popularidade junto à ignorância popular pegam o embalo e vão se impondo abusivamente, desrespeitando as leis e a dignidade da população.
Pior que isto não é de se admirar, porque, num estado onde a maioria absoluta dos eleitores, em especial os jovens, representa um eleitorado maciçamente conservador, desprovido de representação política, e de ingresso nos debates intelectuais, que os transformam num povo marginalizado, escorraçado da cena pública por aqueles que prometeram abrir-lhe as portas da democracia e da participação.
E nunca o abismo entre a elite falante e a realidade da vida popular foi tão profundo, tão vasto, tão intransponível. Tudo o que o povo ama, os bem-pensantes odeiam.
Como um governante que se diz defensor dos interesses do povo, ao mesmo tempo os despreza?
É claro que ela não quer fazer o bem, mas apenas usar aqueles interesses como chamariz para lhe impor valores que não são os dele, firmemente decidido a persegui-los, se não concordarem em remoldar-se à sua imagem e semelhança.
É precisamente isto o que está acontecendo. Jogam ao povo as migalhas, mas, se em troca dessa miséria o povo não passar a renegar tudo o que ama e a amar tudo o que odeia, eles o marginalizam, excluem-no da vida pública, porque estes se acreditam merecedores da sua gratidão porque lhe concedem de quatro em quatro anos, democraticamente, generosamente, o direito de votar.
Na verdade trata-se de uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo, oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem punição, para estes a opinião dos cidadãos têm tanta importância quanto o estômago do pobre e dos que precisam da esmola governamental para sobreviver.

E o fato de termos uma justiça lenta, demorada, vem transformando nosso país no paraíso das injustiças, da morosidade, da incompetência, da corrupção, da impunidade!
Reclamamos o tempo todo de sermos pobres, mas não nos queixamos de pagar ICMS, PIS COFINS, CPMF, ISS, IPTU, IR, ITR, e outras dezenas de impostos taxas e contribuições. Presenciamos constantemente a farra com o dinheiro público, patrocinados por figurinhas carimbadas da política, ouvimos diariamente nos noticiários o continuísmo das velhas e conhecidas práticas de nepotismo, de clientelismo e de paternalismo, dentre outras, e mesmo assim saímos correndo atrás do trio sabendo que tudo permanecerá igual depois do carnaval.
Estas constituem um conjunto aviltante de ações corruptoras, e aceitá-las é jogar a honra e a alma pela janela, é submeter-se a um rito sacrifical abjeto em troca de promessas obviamente enganosas.

"Nada perturba tanto a vida humana como a ignorância do bem e do mal." (Cícero)

Nenhum comentário:

Postar um comentário